< Voltar

Adaptando prédios para pessoas idosas

Novas propostas de empreendimentos trazem adaptações que levam em consideração a qualidade de vida da população idosa

 

A arquitetura residencial, principalmente quando se trata de condomínios de apartamentos, precisa sempre levar em conta as necessidades coletivas dos moradores.

No Brasil, um levantamento recente do IBGE apontou que pessoas com 60 anos ou mais representam 14,7% da população, somando um total de 31,23 milhões de idosos.

Nos Estados Unidos, por exemplo, a expectativa é de que, em duas décadas, a população acima de 65 anos irá ultrapassar a de jovens abaixo de 18 anos. Com o aumento crescente da expectativa de vida e a redução das taxas de natalidade, esses números tendem a se tornar cada vez mais significativos.

Pensando nas demandas desse público, muitos novos empreendimentos do mercado imobiliário têm considerado em seus projetos aspectos como o bem-estar, a saúde e a qualidade de vida da população idosa. Outros prédios, já existentes, têm realizado renovações e adaptações em sua estrutura, para atender a essas pessoas.

 

 

Um imóvel que respeita e leva em conta a população sênior deve ser inclusivo e acessível, valorizando aparatos que contribuam para a vida saudável e a socialização do morador idoso.

Alguns pilares precisam ser considerados, na realização de um projeto com foco em inclusão de pessoas idosas, para que elas se mantenham ativas: saúde, aprendizado contínuo, participação social e segurança/proteção.

 

 

Adaptações nos imóveis

No que diz respeito à estrutura física de uma construção acessível para a população idosa, é importante observar os seguintes itens:

  • As áreas comuns precisam ser agradáveis e bem iluminadas.
  • A quantidade de móveis e tapetes deve estar de acordo com a fácil mobilidade e circulação dos usuários.
  • Barras de apoio devem ser instaladas, principalmente nos banheiros e áreas molhadas, como piscina, sauna e vestiário.
  • É preciso pensar em espaços para sentar que sejam seguros, confortáveis e cercados por áreas verdes.
  • Os pisos devem ser antiderrapantes, com rampas, corredores e elevadores largos o suficiente para cadeiras de rodas.
  • Os espaços precisam conter sinalizações/comunicações adequadas, tanto visuais quanto sonoras.

 

 

 

Nos projetos inclusivos, tanto a segurança física quanto emocional dos moradores idosos é contemplada. Há muitos prédios em que, além da estrutura adaptada, funcionários especializados são contratados para atender a essas pessoas.

Outros empreendimentos oferecem serviços como fisioterapia, massagem ou hidroginástica. Há também condomínios que disponibilizam ambulâncias e enfermeiros, para atendimento emergencial.

Opções mais avançadas de cuidado aos moradores idosos ou com mobilidade reduzida incluem automação (comandos de voz para controle de iluminação e temperatura, por exemplo) e até mesmo robôs, que auxiliam nas atividades dentro de casa.

 

 

ARTIGOS
RELACIONADOS

Clássicos, contemporâneos e comprometidos. Essas são as principais características que definem os projetos do paisagista Gilberto Elkis. O profissional atua há mais de 35 anos no mercado e busca sempre manter o alto padrão em seus trabalhos, superando as expectativas de seus clientes mais exigentes. Buscando referências modernas, Gilberto Elkis…

Na hora de comprar uma casa ou apartamento, as opções de lazer podem fazer a diferença no valor do imóvel e no bem-estar de toda a família   Uma das grandes questões, ao comprar um imóvel, é decidir se você quer um local com opções de lazer próprias ou se…

Projetada pela escritório de arquitetura Studio Arc, a casa de veraneio localizada em Cornwall, Reino Unido, foge do convencional. Pequenina e funcional a casa é uma versão “moderna” de uma cabana no meio da floresta. Com revestimento de concreto envelhecido e decorada com peças rústicas, o projeto foi criado para…

Livia Pedreira, presidente do conselho curador da CASACOR São Paulo, fala sobre a mostra no Conjunto Nacional, que traz o tema ‘Infinito Particular’   Comemorando seus 35 anos de existência, a CASACOR 2022 já está com seus ambientes abertos no Conjunto Nacional, em São Paulo. Este ano, o evento, que…

A neuroarquitetura é definida pela relação entre a neurociência e a arquitetura. Essa área tem como principal objetivo impactar de forma positiva o dia a dia das pessoas, já que diversos estudos comprovam que os espaços físicos impactam o cérebro e, consequentemente, o comportamento humano. De acordo com a Academia…

Aprenda a explorar tons mais escuros nos acabamentos e na decoração, para criar ambientes bonitos e sofisticados   Considerado um verdadeiro coringa no design de interiores contemporâneo, o “pretinho básico” tem sido muito bem aproveitado em projetos que se destacam pela ousadia e sofisticação. A vantagem é que os tons…

Celebrando o Dia dos Pais, saiba como criar uma área especial na sua casa, dedicada ao lazer dessa pessoa tão importante na família   Com a chegada do Dia dos Pais, é comum uma busca pelo presente perfeito para esse homem tão importante na vida de tantas pessoas. Mas e…

Conheça algumas ideias de iluminação externa que podem ajudar a valorizar seu jardim ou área de lazer   Não há momento mais tranquilo para curtir a área externa de sua casa do que ao anoitecer. Quando a tarde encontra a noite, um bom projeto de iluminação pode transformar e valorizar…