< Voltar

A tendência das texturas orgânicas

Em projetos contemporâneos, o design de interiores tem apostado no uso de texturas orgânicas, com materiais naturais e formas curvas

 

Os materiais orgânicos sempre foram os “queridinhos” de designers e arquitetos, mas essa tendência tem ganhado cada vez mais adeptos. Em projetos contemporâneos de arquitetura e decoração, a capacidade de criar ambientes com atmosfera orgânica, misturando formas, texturas e matérias-primas que remetam ao contato com a natureza, é algo cada vez mais buscado.

Conforto é uma palavra-chave, para o design de interiores. A pandemia nos levou a observar ainda mais esse aspecto, em nossa casa, enfatizando a necessidade de espaços agradáveis, com elementos naturais, que estimulem sensações de bem-estar e de tranquilidade. Em um mundo tecnológico e cercado por telas, essa demanda se torna ainda mais pertinente.

 

 

Atualmente, existe uma busca, na arquitetura e no design de interiores, por opções que sejam ao mesmo tempo esteticamente belas e sustentáveis/renováveis, já que muitas pessoas têm avaliado melhor seu impacto sobre o meio ambiente.

Madeira de demolição, juta, vime, pedra, vidro reciclado, tecidos e vegetações naturais são alguns dos materiais que podem ser utilizados, para uma decoração com tendências orgânicas. Em justaposição, vale a pena misturar essas texturas com elementos mais modernos e elegantes, para uma combinação de estilos ao mesmo tempo harmoniosa e arrojada.

 

 

Como misturar estilos

Embora o design de interiores orgânico tenha como principal pilar materiais considerados mais neutros e rústicos, geralmente em tons suaves e terrosos, é possível introduzir propostas de cores e texturas que tragam jovialidade à decoração.

Quebrando um pouco essa base minimalista e acolhedora, o toque de ousadia pode ficar por conta dos detalhes: objetos e acessórios decorativos, obras de arte, tapetes e pequenos móveis, ou até mesmo flores.

A vantagem da decoração orgânica é que ela se encaixa bem nos mais variados estilos de ambientes. E, mais importante do que ser bonita para os olhos, é que ela seja confortável e faça com que as pessoas se sintam bem naquele espaço.

 

 

Dicas para uma decoração orgânica

Algumas dicas para acertar, na hora de utilizar texturas orgânicas no design de interiores:

  • Menos é mais. Uma decoração que remeta a ambientes naturais deve prezar pela ventilação e pelos espaços abertos. Mantenha tudo o mais simples e minimalista possível.
  • Para não errar, cores neutras (que respeitem os tons da natureza) e elementos “crus” (como bambu, mármore, couro, etc.) são apostas infalíveis. Um banquinho de lã, um teto com estrutura de madeira ou um piso em pedras podem acrescentar camadas ao ambiente e o tornar mais acolhedor.
  • As formas também são importantes. Quando se trata de interiores orgânicos, invista em móveis arredondados, de aspecto rústico ou brutalista, e tapetes irregulares.
  • Vegetação variada, preferencialmente com plantas verdes e grandes, é algo que não pode faltar em um design de interiores orgânico. Uma dica é complementar a decoração ocupando uma das paredes com um jardim vertical, por exemplo.

 

 

Vale ressaltar que a textura é um aspecto muitas vezes negligenciado na decoração de ambientes. Ela diz respeito à qualidade da superfície dos materiais e como eles são percebidos diretamente pelo toque (textura tátil) ou indiretamente pelo olhar (textura visual).

Esse aspecto conceitual da decoração é essencial para reforçar os outros elementos presentes no ambiente, ajudando a estabelecer o estilo e a atmosfera. A uniformidade de texturas resulta em espaços sem graça e sem personalidade.

Já um exagero de texturas provoca mal-estar. Por isso, a composição, seja ela utilizando materiais orgânicos ou não, deve sempre levar em consideração a iluminação, a cor e a escala das superfícies.

 

ARTIGOS
RELACIONADOS

Jardins verticais, que já se tornaram uma tendência em apartamentos e casas, são bonitos e ocupam pouco espaço   É difícil encontrar alguém que não goste de plantas. Um bom paisagismo ajuda a tornar os ambientes (sejam eles internos ou externos) muito mais agradáveis, aproximando as pessoas da natureza. Nas…

Descubra alguns dos imóveis com as melhores vistas da capital paulista, em bairros como Jardim Europa, Pinheiros e Cidade Jardim   Ter uma vista privilegiada está entre os elementos essenciais para a escolha de um imóvel, especialmente no segmento de alto padrão. Além de contribuir para a valorização de uma…

Aprenda a criar um design de interiores com tons vibrantes, dando um toque moderno aos ambientes, mas mantendo a sofisticação   Sabe aquele toque de cor que parece tornar tudo melhor? Um arrojado design de interiores pode transformar qualquer ambiente. Nesse sentido, o uso de cores fortes e vibrantes ajuda…

Confira nossas 5 dicas para aproveitar melhor o espaço da varanda, ampliando a área social do seu imóvel   Nos tempos em que vivemos, contar com uma área externa é um verdadeiro luxo. É difícil encontrar alguém que, durante o isolamento social, não tenha desejado trazer um pouco mais de…

Descubra como paredes e detalhes arquitetônicos em pedra podem acrescentar charme e sofisticação à sua casa   As pedras estão entre os materiais de construção mais antigos utilizados pelo ser humano. Geralmente, elas são associadas a ambientes mais rústicos, como imóveis de campo. É muito comum ver pedras aplicadas em…

Como os espaços podem influenciar a sensação de pertencimento   A NeuroArquitetura e o NeuroUrbanismo são conceitos que dependem da aplicação da neurociência para a compreensão dos impactos da arquitetura tanto no cérebro como nos comportamentos humanos. É a partir de seu caráter interdisciplinar, por exemplo, que a NeuroArquitetura institui…

Com projetos clássicos e atemporais, a construtora teve um papel importante na verticalização de São Paulo   Há certos estilos que se tornam verdadeiras marcas registradas. No caso da Construtora Adolpho Lindenberg, a arquitetura de linhas clássicas e o padrão construtivo de alta qualidade fizeram com que a empresa se…

Devido ao seu avanço constante, a tecnologia é a principal aliada dos profissionais. A arquitetura é definida pela evolução e por isso, os avanços tecnológicos estão ligados a essa área desde o início das obras até sua finalização, facilitando a criatividade e o processo de execução. Com as ferramentas avançadas…