< Voltar

Consumidor 4.0: novo público com novo perfil

A importância do conceito para as imobiliárias

 

Entender o perfil do público é fundamental para o sucesso de qualquer negócio. No caso do consumidor 4.0, a tecnologia é vista como a maior aliada na busca de informações para garantir mais ferramentas na decisão de compra. Aqui, falamos sobre um cliente com nível de exigência mais alto.

Nesse sentido, é necessário que as empresas busquem conhecer as possíveis formas de se aproximarem dessa audiência, promovendo ações para se adequar às demandas e expectativas e oferecendo serviços e produtos distintos. No segmento imobiliário, essa realidade não é diferente.

Casa moderna com elementos que unem conforto, tecnologia e sustentabilidade

Evolução do consumidor

No início, logo quando as estratégias de marketing ganharam visibilidade, não havia ainda o entendimento dos clientes sobre o que de fato era uma marca. Isso porque, naquele contexto, o que interessava era a solução do produto, o que criava um cenário em que o cliente focava diretamente nas especificações do item. Nessa fase, as marcas não precisavam pensar na segmentação do público.

Em seguida, com o consumidor 2.0, notou-se uma fase de maior concorrência entre as corporações, o que promoveu ao público maior opção de escolha. Esse aspecto de competitividade criou uma realidade em que as marcas precisavam apresentar os seus diferenciais no mercado para atrair seus clientes.

O consumidor 3.0, por sua vez, já com um perfil mais próximo ao do cliente atual, buscava mais personalização. Tal aspecto criou o movimento da sensação de pertencimento, levando as marcas à criação de uma relação mais íntima e humanizada com o público.

Ainda com essa demanda de personalização, o consumidor 4.0 é resultado de toda a transformação digital dos últimos tempos. Com o mais rápido e fácil acesso às informações, as redes sociais seguem mostrando as suas importâncias, seus impactos e suas influências nas decisões de consumo.

Características do consumidor 4.0

Aliando o aspecto tecnológico à sensação de pertencimento, conseguimos traçar um perfil mais atual dos consumidores. O uso diário e constante da internet, o contato com as empresas em diversos canais, os feedbacks das marcas, a resolução eficiente de problemas, o alinhamento de valores pessoais com a organização e a priorização do atendimento humanizado e personalizado são fortes características do consumidor 4.0.

Consumidor 4.0 no mercado imobiliário

No mercado imobiliário, esse novo modelo de acesso às informações torna o cliente mais exigente. É por isso que é extremamente importante oferecer um serviço personalizado e alinhado às necessidades do público, desde as estratégias que garantem maior engajamento até a comunicação eficiente e a interação que promove o famoso relacionamento de qualidade.

De acordo com pesquisa sobre a influência da pandemia no Mercado Imobiliário Brasileiro, compradores e locatários afirmaram que as medidas mais utilizadas para encontrar um novo imóvel eram a visualização de fotos profissionais e o uso de filtros específicos.

No entanto, os dados revelaram que, mesmo naquele contexto em que as pessoas não saíam de casa, 57% dos respondentes disseram ter visitado presencialmente um imóvel. Aqui, percebe-se como conhecer uma casa ou um apartamento “ao vivo” é uma parte muito importante dos processos de compra, aspecto que se confirma até nos dias de hoje.

Saiba mais sobre os nossos diferentes projetos e como atendemos os nossos clientes!

ARTIGOS
RELACIONADOS

Conhecido por suas casas e ruas arborizadas, o bairro está passando por um boom de novos projetos sendo entregues como há muito tempo não era percebido   Uma das regiões mais nobres da cidade está passando por um momento especial: os bairros Jardim Europa, Jardim América, Jardim Paulista e Jardim…

Horácio Tornic, gerente de parcerias da Helbor Empreendimentos, fala sobre as novas demandas para o mercado de lançamentos imobiliários   O foco do mercado imobiliário de alto padrão, principalmente quando se trata de lançamentos, é oferecer plantas flexíveis e cômodos mais amplos, atendendo ao público familiar. Nesse sentido, a escolha…

Reforma de imóveis usados surge como tendência do design e da arquitetura   No mercado imobiliário, é comum que imóveis precisando de reforma fiquem parados durante muito tempo, em busca de compradores. A dificuldade em vender casas e apartamentos usados pode gerar prejuízos enormes para os proprietários. Além disso, para…

Jovens profissionais com perfis diversos são atraídos ao mercado imobiliário de alto padrão por altos ganhos e horários flexíveis   Retorno financeiro rápido e flexibilidade nos horários são algumas das características do mercado imobiliário de alto padrão, um segmento que nos últimos anos tem atraído profissionais das mais diversas áreas…

Entenda o impacto positivo que a variação da taxa Selic deve provocar no mercado imobiliário em 2024   Ficar de olho no cenário econômico é sempre interessante para quem quer fazer bons investimentos. Nesse sentido, o início de um novo ano sempre traz algumas variáveis, sendo a taxa Selic uma…

O arquiteto Márcio Mazza explica como o trabalho de retrofit revitaliza imóveis em localizações privilegiadas, mantendo a sustentabilidade   Projetos sustentáveis, com energia solar e mais econômica, além de caixas de retenção de água pluvial, que podem ser usadas no jardim – esse é o padrão das casas construídas pelo…

O diretor jurídico da Esquema Imóveis, Rafael Antal, fala sobre as principais taxas e impostos envolvidos na compra e venda de imóveis   Considerar as taxas e impostos é um aspecto necessário, no processo de compra ou venda imobiliária, uma vez que eles podem impactar no valor final da negociação….

Marco Túlio Vilela Lima, CEO da Esquema Imóveis, avalia os impactos do cenário econômico atual no mercado imobiliário   O panorama econômico do país tende a provocar impactos e desdobramentos nos mais variados segmentos, e essa afirmação também se aplica ao mercado imobiliário. Embora o segmento de alto padrão sofra…