< Voltar

O charme do ladrilho hidráulico

Revestimento prático e muito utilizado em cozinhas e banheiros, o ladrilho hidráulico permanece como uma tendência na arquitetura

 

Existem detalhes que simplesmente fazem a diferença em um projeto arquitetônico. O ladrilho hidráulico (também conhecido como mosaico hidráulico ou piso hidráulico) é um elemento com essa capacidade de acrescentar charme e um pouco de cor a ambientes que geralmente não são os mais interessantes da casa – como a cozinha ou o banheiro. Mas ele também pode ser uma boa opção para decorar áreas externas ou mesmo a borda de piscinas. Feito à base de cimento, esse revestimento é produzido por meio de prensagem e muito utilizado em pisos e paredes.

Acredita-se que os ladrilhos hidráulicos tenham surgido no sul da Europa, por volta de 1857, tendo sido apresentados na Exposição Universal de Arte e Indústria em 1967, em Paris, pela empresa barcelonesa Garret, Rivet i Cia. Rapidamente, acabaram se espalhando por todo o continente graças à sua alta resistência e beleza. Outra empresa de Barcelona que se tornou muito reconhecida na produção de ladrilhos hidráulicos foi a Escofet, Fortuny i Cia. S. en C., responsável pela fabricação dos mosaicos de importantes prédios modernistas na cidade.

 

Arquitetura com ladrilho hidráulico em Barcelona, na Espanha

 

A combinação de vários tipos de ladrilhos hidráulico cria padrões complexos

Em pouco tempo, o ladrilho hidráulico passou a ser utilizado na arquitetura do mundo todo, como uma alternativa ao mármore ou como uma espécie de cerâmica que não precisaria de cozimento. Seu auge se deu entre o final do século XIX e o início do século XX. Ele perdeu popularidade apenas nos anos 1960, com o surgimento de outros materiais construtivos, mais práticos e baratos.

Com dimensões médias de 20 x 20 cm e espessura de 1,5 cm, além de desenhos elaborados (geralmente formas geométricas, flores ou folhas), os mosaicos dos ladrilhos hidráulicos serviam como uma forma de expressão estética para artistas e arquitetos. O movimento modernista, que despontou no início do século XX, utilizou de maneira muito ampla essa técnica. Uma prática muito comum era compor os desenhos simulando tapetes, por isso as peças precisavam se adaptar perfeitamente às dimensões do piso onde seriam colocadas. Também era possível combinar dois ou mais ladrilhos diferentes, para formar padrões ainda mais complexos.

Processo de fabricação do ladrilho hidráulico

O ladrilho hidráulico é fabricado a partir de um molde de bronze, individual para cada desenho. Esse molde serve para separar as cores que formam o desenho e é colocado dentro de um quadro, que dá a forma da borda. Cada parte da figura é preenchida individualmente, com uma mistura de pigmentação, pó de mármore e cimento branco. Depois, o molde é retirado e a superfície colorida é coberta com uma dupla camada de proteção, para então o ladrilho ser comprimido em uma prensa hidráulica. Após descansar por 24 horas, ele é submergido em água por 8 a 10 horas e armazenado na sombra durante 4 semanas, para finalizar a cristalização do cimento.

 

Ladrilho hidráulico ou azulejo?

Muitas pessoas confundem esses dois tipos de revestimento, mas suas diferenças estão principalmente no modo de fabricação e na durabilidade. No caso do ladrilho hidráulico, cada peça é única e feita artesanalmente, à base de cimento. Além disso, ele dispensa o uso de rejunte. Como se trata de um material poroso, o ladrilho precisa ser impermeabilizado periodicamente, mas pode ser utilizado sem problemas em áreas molhadas (como cozinha ou banheiro). Também é um revestimento que oferece inúmeras possibilidades de personalização no que diz respeito aos desenhos, padrões e cores.

 

 

Já o azulejo é um revestimento cerâmico, que não apresenta porosidade e dispensa o uso de impermeabilizante. Ele pode ser aplicado em paredes ou pisos, também em áreas de grande umidade, porém o uso de rejunte entre as peças é indispensável. Visualmente, o material é muito parecido com o ladrilho hidráulico, por suas estampas coloridas, com modelos florais ou geométricos. Contudo, tem espessura média de apenas 0,5 cm e não é tão resistente quanto o ladrilho.

 

O ladrilho hidráulico na decoração

Ladrilho hidráulico em casa moderna no Jardim Luzitânia

 

No caso de ambientes internos, a ideia é usar a criatividade para destacar algum detalhe da parede ou do piso, ou mesmo servir como uma espécie de moldura, mas sem exagerar nas misturas de estampas. O ideal é que os ladrilhos combinem com o ambiente no qual estão inseridos. Por exemplo, peças coloridas caem melhor em locais mais descontraídos, como a área externa ou piscina.

 

 

 

O ladrilho hidráulico na parede da piscina acrescenta cor ao deck, nesta cobertura no Real Parque

 

O ladrilho hidráulico dá charme à área externa, nesta casa no Jardim Paulista

 

Como o material é muito resistente ao impacto e ao desgaste, ele é ideal para pisos. No entanto, é excelente também para revestir pequenas extensões de parede, como área da pia ou até mesmo da lareira. Sua limpeza e manutenção é muito simples, podendo-se utilizar apenas um pano úmido com sabão neutro.

 

Charmosa lareira decorada com ladrilho hidráulico, em casa no Alto de Pinheiros

 

Com os devidos cuidados, um ladrilho hidráulico pode durar até 50 anos. A grande durabilidade valoriza ainda mais as características desse revestimento, que continua sendo uma excelente opção na hora de decorar tanto áreas internas quanto externas, mas é o charme das peças artesanais e personalizadas que realmente conquista quem opta por esse material. Afinal, o ladrilho é capaz de dar a qualquer ambiente um toque intrigante, único e artístico.

 

Ladrilho hidráulico usado como um “tapete”, trazendo delicadeza para um projeto contemporâneo

 

ARTIGOS
RELACIONADOS

Com as vantagens de uma casa e toda a segurança de um prédio, as coberturas são as “queridinhas” do mercado imobiliário de alto padrão   Morar em uma cobertura (ou penthouse) é o sonho de muita gente, afinal as unidades que se encontram no topo são sempre as mais desejadas…

Conversamos com o manager da Steinway na América do Sul sobre o valor do piano na composição de um ambiente e os cuidados que ele requer   Mais do que um instrumento musical, o piano pode ser considerado uma verdadeira obra de arte. Com suas origens na Itália renascentista, ele…

Descubra alguns dos mais incríveis museus ao redor do mundo, com projetos arquitetônicos absolutamente inspiradores   O Brasil é um país de arquitetura extremamente diversa e com vários museus incríveis, cujos projetos arquitetônicos receberam reconhecimento dentro e fora do país – apenas para citar alguns exemplos, temos o MASP, de…

Viradas de anos trazem consigo sempre uma série de novidades. Há o que se mantém, o que aumenta, o que diminui e o que muda completamente como uma virada de chave. É possível notar, para o próximo ano, algumas tendências que abrem espaço para a exploração dos entusiastas da área…

Viva Magenta, metalizado, tons terrosos, madeira…conheça as principais apostas de cores e na decoração para 2023   Com o início de um novo ano, surgem novas tendências de cores e design de interiores que ditarão o estilo e a decoração de muitos ambientes nos próximos meses.    Para 2023, existem…

Conheça as vantagens de ter um ofurô em sua casa ou apartamento e aprenda a cuidar bem desse espaço tão relaxante   A cultura oriental é valorizada por seus conhecimentos milenares no que diz respeito ao cuidado com a saúde e o bem-estar. Vem do japonês a palavra ofurô, um…

Cidade Matarazzo, empreendimento que traz para São Paulo um conceito que integra passado, presente e futuro, unindo o que há de mais avançado no design, tecnologia e sustentabilidade   Em uma paisagem formada por prédios e ruas movimentadas, próxima a uma das áreas mais vibrantes e culturais de São Paulo,…