< Voltar

Como ressignificar o espaço do sótão

Confira nossas dicas para transformar o sótão da sua casa em uma área de lazer, tranquilidade e aconchego

 

Muitas pessoas veem o sótão como um local da casa pouco ou raramente utilizado. No Brasil, a maioria dos imóveis sequer conta com esse espaço; já na cultura norte-americana, o sótão é normalmente aquela área usada para guardar coisas, ou que acaba sendo transformada em um dormitório extra.

A ideia de ressignificar o espaço do sótão pode ser uma forma de ganhar um novo ambiente na casa, sem ter que realizar uma reforma muito grande. Converter essa área em um local agradável, como uma sala de jogos, uma sala de TV, um escritório ou quarto, muitas vezes requer apenas uma simples remodelação.

Diferentemente do porão, que tende a ser mais úmido e abrigar equipamentos (como geradores e sistemas de aquecimento ou de refrigeração), o sótão em geral é um lugar desocupado, com vista privilegiada e muita iluminação natural.

 

O sótão tem como vantagens a vista privilegiada e grande incidência de luz natural

 

No entanto, antes de iniciar a conversão do sótão em um ambiente de lazer, é preciso atentar para o tamanho do pé-direito. Como esses locais normalmente contam com altura muito baixa, é necessário confirmar com engenheiros e arquitetos se o pé-direito (ou seja, a medida do piso até o teto) é suficiente para garantir o conforto e a segurança dos usuários. Embora possa haver uma variação de altura, já que muitos sótãos têm áreas mais rebaixadas nos cantos, recomenda-se pelo menos 2,2 m, para que a circulação não seja comprometida.

 

É importante considerar se o espaço possui a altura mínima necessária para ser convertido

 

A base estrutural do ambiente também precisa ser verificada, para garantir que ela suporte o peso dos móveis e possa abrigar paredes de drywall, se necessário, além de ter infraestruturas hidráulicas e elétricas, sistema de aquecimento ou ar-condicionado.

Também vale a pena investir na troca das janelas, instalando a maior quantidade possível de superfícies transparentes ou que possam ser abertas, favorecendo a ventilação e a incidência de luz natural no sótão. As janelas também dão uma sensação de maior amplitude ao local.

 

É recomendável que o espaço tenha janelas, que dão uma sensação de maior amplitude

 

Outro grande desafio, para tornar o sótão “habitável”, são as escadas para chegar até ele. Em algumas casas, se o espaço contar apenas com uma escada retrátil, será preciso realizar uma reforma que inclua degraus permanentes. No caso da inclusão de uma nova escada, ela será reta ou circular? Terá seu acesso pela lateral ou na parte central do ambiente? Essas questões devem ser consideradas no projeto de remodelação.

 

O acesso até o sótão precisa ser feito por meio de uma escada permanente

 

A conversão do sótão em uma área de convivência ou um quarto é uma excelente oportunidade de aumentar a área útil de um imóvel, sem precisar realizar alterações na área construída. No entanto, é importante buscar o auxílio de profissionais especializados, para garantir a viabilidade do projeto e sua perfeita execução.

 

Para garantir a criação de um ambiente seguro e agradável no sótão, é importante consultar profissionais

 

Ambiente versátil e naturalmente aconchegante, o sótão pode ser uma das melhores formas de expandir as possibilidades de sua casa, sem custos exagerados. Com alguma criatividade e um bom design de interiores, é possível transformar esse espaço em um pequeno e charmoso refúgio, ideal para relaxar ou se divertir.

 

Com um bom projeto, o sótão pode se transformar no cantinho de sossego e diversão da casa

 

ARTIGOS
RELACIONADOS

Um dos mais sustentáveis do mundo, o edifício criado por Koichi Takada eleva o conceito de floresta urbana a um novo patamar   O projeto mais recente do conceituado estúdio Koichi Takada Architects, concebido para o distrito cultural de Brisbane, na Austrália, prevê a construção de um edifício realmente excepcional….

Um estilo típico do litoral, essa arquitetura se destaca pelos materiais orgânicos e integração com a natureza   O termo “caiçara” tem sua origem no tupi caá-içara, que denominava as estacas colocadas em torno das aldeias indígenas. Ele normalmente é utilizado para se referir aos habitantes tradicionais do litoral Sudeste…

Entenda a importância de investir em um bom isolamento acústico, principalmente em grandes centros urbanos   Um dos tipos de poluição que mais impacta negativamente as pessoas, em ambientes urbanos, é a poluição sonora. Por isso, o isolamento acústico tem sido considerado um item praticamente indispensável em projetos arquitetônicos contemporâneos,…

Conheça as casas mais cobiçadas em condomínios de campo próximos à capital paulista, locais perfeitos para relaxar e fugir do agito da cidade   Se a pandemia do coronavírus trouxe algo de bom para os consumidores do mercado imobiliário, foi uma nova perspectiva a respeito da importância de morar bem….

Casas projetadas pelo arquiteto continuam extremamente atuais e chamam a atenção pela integração dos ambientes com a natureza   “Se a reta é o caminho mais curto entre dois pontos, a curva é o que faz o concreto buscar o infinito.” – Oscar Niemeyer O Brasil tem inúmeros arquitetos extremamente…

Como os espaços podem influenciar a sensação de pertencimento   A NeuroArquitetura e o NeuroUrbanismo são conceitos que dependem da aplicação da neurociência para a compreensão dos impactos da arquitetura tanto no cérebro como nos comportamentos humanos. É a partir de seu caráter interdisciplinar, por exemplo, que a NeuroArquitetura institui…

A arquitetura sustentável é o futuro da moradia, mas o que fazer para tornar sua casa mais eco-friendly?   Em tempos de crise climática, a busca por soluções sustentáveis não é apenas uma tendência, mas uma necessidade. Quando se trata de sustentabilidade, a arquitetura e o design de interiores já…

A neuroarquitetura é definida pela relação entre a neurociência e a arquitetura. Essa área tem como principal objetivo impactar de forma positiva o dia a dia das pessoas, já que diversos estudos comprovam que os espaços físicos impactam o cérebro e, consequentemente, o comportamento humano. De acordo com a Academia…