Comportamento

Como se manter criativo no trabalho e na vida

6 dicas para manter a criatividade em um mundo que prioriza produtividade e resultados

 

A criatividade é algo que todo ser humano possui, mas que precisamos desenvolver e aprender a manter, principalmente naqueles dias menos inspiradores. Ela não se limita às carreiras consideradas artísticas; afinal, qualquer profissão pode se beneficiar muito de uma pessoa criativa, que saiba aproveitar as situações mais diversas, tirando delas algo novo e extraordinário. Isso vale também para a vida: é preciso que sejamos criativos na maneira como encaramos nossos problemas e até mesmo os relacionamentos.

A grande questão é o que podemos fazer para potencializar esse lado mais criativo e inovador. Pensar “fora da caixa” não é tão fácil quanto parece, por isso trouxemos algumas dicas que podem ajudar a manter sua criatividade fluindo, mesmo nos tempos mais conturbados:

 

  • Mantenha o foco e a atenção

O primeiro passo para conseguir ser criativo é se concentrar em algo, direcionando todas as suas energias para o objetivo em questão. Vivemos em um mundo repleto de estímulos e informações. Para que possamos criar qualquer coisa, é necessário que voltemos nossa atenção a ela. A primeira tentativa talvez não resulte no que esperamos, mas errar faz parte do processo que traz à tona boas ideias. Não desistir e começar tudo de novo quando um plano não dá certo, quantas vezes for preciso, é o diferencial das pessoas bem sucedidas.

“Nós temos tão pouco controle sobre nossas vidas! A única coisa que realmente podemos controlar é como passamos nossos dias, aquilo em que trabalhamos e o quão duro nos esforçamos nesse trabalho.” – Austin Kleon, escritor

 

 

  • Crie rotinas e estratégias

Qualquer planejamento que envolva metodologia não soa lá muito criativo. No entanto, inúmeros exemplos de artistas bem sucedidos mostram que são as pequenas rotinas e a prática constante que levam à genialidade. A inspiração não é algo inesgotável, ela precisa ser buscada diariamente. Realizar tarefas de maneira persistente faz com que surjam ocasionais lampejos de criatividade. Essa é a única forma de se manter criativo, mesmo quando nos sentimos desmotivados ou desinspirados. Em dias assim, uma rotina estabelecida é o que ajuda a guiar seu trabalho ou suas atitudes, para continuar seguindo adiante.

 

  • Faça listas e anotações

Colocar nossas ideias no papel, rascunhando ou rabiscando o que nos vem à mente, é uma ótima forma de organizar esses pensamentos. Fazer listas de tarefas, por exemplo, ajuda a estruturar o que precisamos realizar, para que o espaço mental fique “limpo” e pronto para colocar tudo em prática. Ou seja, anotar permite dar propósito ao que antes eram apenas ideias soltas e desconectadas. Vale ressaltar que uma lista não precisa ser apenas de atividades a serem cumpridas, mas de histórias a contar, princípios para guiar sua vida, coisas que você quer evitar… Trata-se de uma ferramenta simples, mas essencial, porque conecta o pensamento à ação. E criatividade é, sobretudo, conexão.

 

 

  • Crie um ambiente criativo

Criatividade, em tempos de isolamento social, também diz respeito a aproveitar a desconexão com o resto do mundo para mergulhar em si mesmo. Para que isso aconteça, é preciso que você tenha um espaço tranquilo e algum tempo para abstrair dos problemas quotidianos – as notícias do jornal, as mensagens de seus amigos, os prazos a cumprir no trabalho… Um momento em que você se permita simplesmente existir e deixar os pensamentos fluírem livremente. Especialistas recomendam que isso seja feito de manhã, logo ao acordar, para que seu dia já comece com leveza e propósito. Muitos conseguem estabelecer esse estado criativo através da meditação ou de exercícios respiratórios, mas não é necessário utilizar qualquer técnica específica. Reservar alguns minutos para si mesmo, seja praticando uma atividade física ou apenas observando o nascer do sol, ajuda a manter o equilíbrio e até mesmo a sanidade, quando tudo lá fora anda tão complicado.

 

  • Seja como uma criança

Ter curiosidade sobre o mundo ajuda a descobrir coisas novas. Esse é o melhor alimento para a criatividade. Quando observamos algo sob a perspectiva de uma criança, somos capazes de encontrar frescor e encantamento mesmo nas coisas que antes pareciam banais. Por isso é tão importante tentarmos sair um pouco de nossas opiniões pré-concebidas, passando a ver a realidade sob outras perspectivas. Essa é uma atitude que nos torna não somente mais criativos como também mais empáticos e, consequentemente, mais felizes.

“Eu acho que preciso me manter criativo, não para provar qualquer coisa, mas porque isso me deixa feliz… Tentar ser criativo e me manter ocupado tem muito a ver com me sentir vivo.” – Willie Nelson, músico

 

Spread the love