< Voltar

Novos conceitos em apartamentos

Na região dos Jardins, apartamentos em prédios clássicos têm sido retrofitados para se adaptarem às necessidades modernas

 

A arquitetura residencial tende a se adaptar aos conceitos de moradia de cada época. Nos Jardins, uma das áreas mais cobiçadas de São Paulo, a região onde há predominância de apartamentos tem passado por um processo de renovação: como praticamente não há terrenos para a construção de prédios novos, os edifícios antigos têm sido retrofitados para atender às necessidades da vida contemporânea.

De acordo com Sérgio Parente, corretor da Esquema Imóveis, os conceitos de “morar bem” estão se transformando e se redefinindo. “Eu moro nos Jardins e, mesmo antes de entrar para a corretagem, já tinha o hábito de andar muito pelo bairro”, conta. “O que tenho visto, nos apartamentos dessa região, muitos com arquitetura premiada, é que os prédios mantêm a fachada, mas internamente cada um moderniza do seu próprio jeito.”

Segundo o corretor, a média de metragem dos apartamentos mais antigos nos Jardins é de 300 a 350 metros quadrados. Sérgio explica que a maioria dos imóveis possuem ambientes amplos, perfeitos para reforma (seja ela total ou parcial), embora existam também alguns empreendimentos mais recentes, com apartamentos novos e de arquitetura moderna, porém com tamanho menor.

 

A maioria dos prédios nos Jardins possuem planta espaçosa, com área social ampla

 

Não há um padrão nas reformas dos apartamentos nos Jardins: cada um moderniza do seu jeito

 

Cozinha gourmet

Um dos conceitos mais aplicados na modernização de apartamentos nos Jardins é o de cozinha gourmet. “Recentemente estive em um imóvel de um prédio Lindenberg, que está fazendo uma reforma enorme. Como a cozinha é muito grande, foram feitos dois espaços: uma cozinha menor, para funcionários, e outra aberta para a sala – com adega, geladeira embutida e cooktop. Esse espaço se tornou um lugar para receber amigos”, explica Sérgio. Para o corretor, o principal motivo dessa opção por uma segunda cozinha, integrada à área social, é que as pessoas estão saindo menos para se divertir – principalmente na realidade pós-pandemia. “Hoje em dia, muitos acham mais gostoso e até mais seguro fazer tudo em casa.”

 

A cozinha separada da sala por um balcão ou mesa é um detalhe recorrente nos projetos contemporâneos

 

Muitos projetos atuais integram os ambientes de jantar e de estar, além do home office

 

Home office

A tendência nos apartamentos, hoje, é por praticidade. Afinal, a vida mudou muito e a arquitetura precisa se adaptar às demandas do mundo atual. Com a pandemia, surgiu a necessidade de adequar os espaços de casas e apartamentos para a criação de um home office. De acordo com Sérgio, nos apartamentos dos Jardins, é comum encontrar escritórios junto à sala de estar. “Com uma mesa boa, uma cadeira bacana e um fone de ouvido, você já tem um espaço para trabalhar, mesmo se houver outras pessoas no ambiente. Na própria suíte também pode ser montado um cantinho com computador”, observa.

Como em apartamentos não é possível reservar um espaço muito grande para o home office, é preciso fazer adaptações para que todos os moradores possam realizar suas atividades sem serem perturbados. Isso porque muitas famílias com filhos tiveram de criar ambientes também para que as crianças fizessem suas aulas online e pudessem brincar sem interferir no trabalho dos pais. Nesse sentido, portas de correr podem ser boas opções para separar a área social do escritório.

 

O home office pode ser montado junto à área de estar, separado por uma porta de correr

 

Lazer e descanso

No que diz respeito ao lazer, os prédios dos Jardins geralmente não possuem uma estrutura muito ampla de opções, como piscina, playground ou quadra esportiva. “Como a maioria dos condomínios não tem essa parte de lazer, o que está acontecendo é que alguns estão transformando seu salão de festas em academia de ginástica. Esse é um conceito que faz muito sucesso hoje”, afirma Sérgio. Conforme acrescenta o corretor, além de converter o salão de festas em uma sala de ginástica bem equipada, muitas vezes compatível com a de um clube, também pode ser reservado um espaço para sala de reuniões. “É mais interessante para os condomínios investirem nisso do que em piscina, porque nos Jardins os prédios são tão próximos uns dos outros que não há espaço suficiente de terreno, então a piscina ficaria na sombra.”

Como não há muitas áreas de convivência no prédio, o espaço de entretenimento, descanso e relaxamento dos moradores acaba sendo a sala ou a área íntima de seu apartamento. Segundo o corretor, os imóveis mais antigos possuem normalmente de 3 a 4 dormitórios. “Antigamente, o conceito de suíte não era tão importante quanto hoje, por isso é comum encontrar apartamentos com apenas uma suíte e todos os outros banheiros fora dos quartos. Mas são banheiros enormes, que podem até ser divididos. Nos imóveis maiores, as pessoas têm optado por fazer suítes com dois banheiros e, quando possível, também com closets separados para o casal. Muitas vezes até se sacrifica um quarto, para ter essa área de closet. Assim, cada um tem o seu espaço”, ressalta.

 

Nos apartamentos dos Jardins, é comum encontrar quartos amplos, mas não há muitas suítes

 

Espaço aberto

Mais do que nunca, as pessoas têm sentido a necessidade de um espaço aberto em casa, onde possam tomar sol e cultivar seu jardinzinho ou horta. Na região dos Jardins, os apartamentos em geral não possuem grandes varandas ou terraços, principalmente em edifícios com conceito mais antigo. “A área de convivência era mais a parte interna, a sala de estar ou de jantar. O terraço era apenas um enfeite, um lugar para sair um pouco e colocar algumas plantas”, comenta Sérgio.

 

Como não há grandes varandas ou terraços, a área de convívio desses apartamentos geralmente é a sala

 

Outra tendência, nos apartamentos dos Jardins, é uma espaçosa área de serviço. “Tem um caso de apartamento Lindenberg com dois quartos de funcionários, em que o proprietário abriu um deles e fez o closet em um dos quartos do filho. O outro foi transformado em despensa”, descreve Sérgio. Para o corretor, um conceito muito presente na arquitetura residencial moderna é trazer facilidade para a vida das pessoas, o que pode ser percebido até mesmo nos materiais e acabamentos que têm sido utilizados em obras de retrofit. “Vejo muito piso de madeira de demolição. Não custa caro e a limpeza é fácil.”

Em geral, o que o corretor tem percebido é uma busca por ampliação de espaços de convívio e redução da área de serviço. Segundo ele, quem busca apartamentos nos Jardins já tem esse perfil mais dinâmico, uma vez que opta por morar na região com a maior infraestrutura de comércio e serviços da capital paulista. Os prédios têm poucas vagas de estacionamento, mas as opções de transporte são muitos diversas. O mesmo pode ser dito das opções de lazer. Nesse contexto, o espaço interno dos apartamentos busca priorizar o aconchego, o conforto, a modernidade e a funcionalidade.

 

Confira todos os nossos apartamentos na região dos Jardins.

 

ARTIGOS
RELACIONADOS

O arquiteto, grande admirador do modernismo brasileiro, traz em seus projetos forte relação entre espaços internos e externo, conforto climático e aplicação de elementos tradicionais da arquitetura brasileira. Marcio Kogan traz o amor por prédios e pela arquitetura de família, é filho do engenheiro Aron Kogan, conhecido por projetar e…

Conversamos com o manager da Steinway na América do Sul sobre o valor do piano na composição de um ambiente e os cuidados que ele requer   Mais do que um instrumento musical, o piano pode ser considerado uma verdadeira obra de arte. Com suas origens na Itália renascentista, ele…

Confira nossas dicas para transformar o sótão da sua casa em uma área de lazer, tranquilidade e aconchego   Muitas pessoas veem o sótão como um local da casa pouco ou raramente utilizado. No Brasil, a maioria dos imóveis sequer conta com esse espaço; já na cultura norte-americana, o sótão…

Cinco tendências que continuarão em alta no segundo semestre Os espaços e ambientes são conduzidos por tendências que surgem a cada ano, sendo que muitas destas são reflexos de mudanças da sociedade como um todo. Especialistas acreditam que muito do que se pode observar desde 2020 é resultado do período…

Carol Maia, cofundadora da Jam Houses, fala sobre o conceito de renovar imóveis, dando a eles características autorais    Em grandes cidades, como São Paulo, tem se tornado cada vez mais difícil encontrar terrenos para construir novos imóveis ou empreendimentos, principalmente nas regiões mais cobiçadas. Por isso, empresas como a…

Descubra alguns dos imóveis com as melhores vistas da capital paulista, em bairros como Jardim Europa, Pinheiros e Cidade Jardim   Ter uma vista privilegiada está entre os elementos essenciais para a escolha de um imóvel, especialmente no segmento de alto padrão. Além de contribuir para a valorização de uma…

Conversamos com o arquiteto Sergio Athié sobre as tendências e as novas funções dos espaços nos escritórios, com o retorno gradual das atividades presenciais   A flexibilização da quarentena e o início da retomada das atividades presenciais por alguns setores trouxeram uma questão que merece cuidado: a adequação dos ambientes…

Conheça a ferramenta de marketing que transforma seu imóvel em um verdadeiro cenário de revista   Para quem não atua no mercado imobiliário, talvez o termo home staging não tenha muito significado. Em inglês, a palavra stage diz respeito à cena teatral, o palco onde se apresenta um espetáculo. Como…