< Voltar

Espaços para pets em condomínios

Conheça a tendência de locais adaptados para animais de estimação em condomínios de casas ou de apartamentos

 

Os animais de estimação têm conquistado um espaço cada vez maior nas famílias brasileiras. De acordo com uma pesquisa da Forbes, o Brasil é um dos países que mais gasta com produtos e infraestrutura para os bichinhos. E os condomínios residenciais já estão se adaptando a essa tendência, com a criação de espaços para lazer e até mesmo para banho de animais.

A estimativa é de que cerca de 50% dos lares brasileiros possuam algum animal de estimação – seja ele um cachorro, gato, peixe, hamster, etc. Com a pandemia, o número de pets no país aumentou em 30%, totalizando aproximadamente 150 milhões, segundo a pesquisa Radar Pet 2021.

Principalmente na área de lançamentos imobiliários, os empreendimentos já estão considerando essa realidade e incluindo áreas para passeio e entretenimento dos animais de estimação. No caso de prédios já existentes, há também aqueles que optam por criar seu espaço pet, mesmo quando o projeto inicial não contempla esse item.

 

 

O objetivo do espaço pet é facilitar a vida dos moradores, criando um local adequado, de convívio e diversão, para os bichinhos. Além da praticidade, o espaço permite ao morador descer com segurança para brincar ou passear com seu animal, em qualquer horário do dia.

Principalmente no caso de cachorros, o isolamento social provocado pela pandemia trouxe complicações, pois esses são animais que precisam sair para passear, para se manterem saudáveis. A alternativa, em alguns condomínios, foi abrir para os pets áreas originalmente dedicadas a outras finalidades, como playground ou estacionamento. Mas esse tipo de medida paliativa pode acabar gerando mais problemas do que soluções.

 

 

O ideal é que exista dentro do condomínio, seja ele de casas ou de apartamentos, uma área cercada, preferencialmente gramada ou com piso drenante (de fácil higiene), com a infraestrutura adequada pra receber os animais. Brinquedos para interação, como rampas e obstáculos, também são uma ótima pedida.

Os limites para utilização do espaço devem ser definidos em assembleia, com penalidades para os moradores que não cumprirem as regras. Além disso, é interessante que o espaço disponibilize saquinhos, lixeiras e placas, para orientar os donos a recolherem a sujeira deixada pelos animais.

 

 

No que diz respeito à valorização no mercado imobiliário, condomínios que investem nesse tipo de espaço proporcionam um excelente argumento de venda para o público que tem animais de estimação. Uma pesquisa nos Estados Unidos indicou que, para os donos de pets, ter com um espaço adequado para os animais é o segundo item mais importante, na hora de decidir pela compra ou locação de um imóvel (ficando atrás apenas do preço). Ou seja, trata-se de um grande diferencial, já que, cada vez mais, as pessoas procuram por opções de moradia pet friendly. Afinal, para quem pensa no bem-estar de seu bichinho, não basta que os condomínios apenas permitam ter pets, mas que ofereçam áreas voltadas especificamente para eles.

 

ARTIGOS
RELACIONADOS

Movimento que perpassa o mercado imobiliário, a moda e o mundo do design   O quiet luxury se configura como uma espécie de reflexo da crise mundial, da inflação e de pós pandemia. O termo ganha destaque a partir do comportamento das pessoas em buscar investir em peças úteis e…

O professor e filósofo Emílio Terron fala sobre como podemos encarar os encontros como oportunidades de transformação   Nos dias de hoje, parar um pouco e pensar sobre a vida pode ser algo que poucas pessoas conseguem fazer. No entanto, é a partir das reflexões e dos questionamentos levantados pela…

Esquema Imóveis lança projetos que mostram como é o nosso dia a dia A Esquema Imóveis possui mais de cinco décadas de uma história que une tradição ao espírito inovador. Hoje, já consolidada no segmento imobiliário, o nosso desafio é continuar buscando a inovação e o fortalecimento da marca por…

A empresária Juliana Calderon explica como os aromas, ervas e incensos impactam a energia dos ambientes   A sensação de bem-estar, quando entramos em um local, tem muito a ver com os aromas que permeiam aquele ambiente. Em nossa casa, a tendência é buscarmos criar sensações de paz, tranquilidade, inspiração,…

No evento de Kick off da Esquema Imóveis, o nadador César Cielo explicou como os bons hábitos e a disciplina podem influenciar o coletivo   Somos um produto dos nossos hábitos e, por meio deles, acabamos impactando todos à nossa volta. Por isso, o tema escolhido pela Esquema Imóveis para…

É possível definir um padrão de consumo apenas por distinções geracionais?   A Geração Z, composta por indivíduos nascidos entre meados dos anos 90 e o início dos anos 2010, é uma das mais estudadas e discutidas nos dias de hoje. Com o rápido avanço da tecnologia e a crescente…

A história do golfe no Brasil começou no final do século XIX, quando engenheiros ingleses e escoceses construíam a Estrada de Ferro Santos-Jundiaí. Os profissionais convenceram os monges a ceder parte do terreno do Mosteiro de São Bento e realizaram a construção do primeiro campo de golfe do país: o…

Entenda o que mudou na demanda por coberturas e confira as dicas da corretora Paula Biagi para quem busca morar nas alturas   Nos dias de hoje, quem não gostaria de morar em uma cobertura, com acesso a uma área externa agradável, com plantas e opções de lazer, além de…