< Voltar

Casas de cinema

Conheça algumas propriedades que são praticamente personagens nos filmes para os quais serviram de locação

 

Parasita / Parasite (2019)

Essa casa extraordinária, de arquitetura contemporânea, com área social envidraçada e aberta para um grande gramado, é quase um personagem da história, no premiado filme sul-coreano Parasita. O diretor do longa, Bong Joon Ho, na verdade construiu a casa do zero, apenas para servir de cenário para as gravações.

Na história, a exuberante propriedade pertence à rica família Park, que desconhece a existência de um bunker no subsolo, o qual acaba sendo usado como esconderijo por um criminoso. A ideia, segundo o diretor, era de que absolutamente tudo na casa fosse impecável, salientando o abismo social que separava os personagens.

 

Diário de uma Paixão / The Notebook (2004)

Uma das casas mais memoráveis já vistas no cinema, a mansão onde os personagens Noah e Allie se reencontram, no filme Diário de uma Paixão, está localizada em Charleston, nos Estados Unidos. É uma residência particular construída no século XVIII, e uma das 18 casas existentes na propriedade rural chamada Martin’s Point Plantation.

Uma curiosidade é que a equipe envolvida na direção de arte do filme precisou fazer com que a casa parecesse abandonada e feia, para algumas cenas. Isso porque, na história, o personagem de Ryan Gosling trabalha na renovação da propriedade, com suas próprias mãos, para sua amada.

 

O Amor não Tira Férias / The Holiday (2006)

A comédia romântica, dirigida por Nancy Meyers, tem duas casas que são praticamente personagens da história. No filme, duas mulheres (uma norte-americana, interpretada por Cameron Diaz, e uma britânica, vivida por Kate Winslet) trocam de casa para os feriados de Natal e acabam encontrando o amor em outro país.

Nos Estados Unidos, a casa da personagem de Cameron Diaz é uma mansão em estilo mediterrâneo, com balcões floridos e toques de arquitetura espanhola, características muito comuns em Los Angeles. A casa foi projetada pelo arquiteto Wallace Neff, nos anos 1920, para sua própria residência, e recentemente foi colocada à venda por 11,8 milhões de dólares.

Já a casa da personagem britânica, chamada no filme de Rosehill Cottage, é aconchegante e muito charmosa. Embora ela tenha sido construída em um estúdio de Hollywood, inspirada na propriedade Honeysuckle Cottage (localizada na vila de Holmbury Saint Mary), é um lugar que parece saído de um conto de fadas, onde qualquer um gostaria de morar.

 

A Casa do Lago / The Lake House (2006)

Se o nome do filme já fala da casa, certamente ela tem um papel importante na história, certo? De fato, a casa do lago é o que une os personagens de Sandra Bullock e Keanu Reeves, nesse romance com elementos de fantasia e ficção científica. Separados no tempo (ela dois anos à frente dele), o casal começa a trocar correspondências através da caixa de correio da casa.

Na história, o personagem de Keanu é um arquiteto e seu pai projetou a casa do lago, feita quase inteiramente de vidro, com uma árvore no centro. A propriedade foi construída no Maple Lake, perto de Chicago, nos Estados Unidos, e (na verdade) projetada pelo arquiteto britânico Nathan Crowley. Uma peculiaridade é que ela foi tirada do papel em apenas 10 semanas e erguida apenas para as gravações do longa – tendo que ser removida do local, após a conclusão das filmagens.

 

Mãe! / Mother! (2017)

Se existe uma casa que pode ser considerada a verdadeira estrela do filme, é a que aparece em Mãe!, de Darren Aronofsky. A mansão vitoriana, que na história está sendo restaurada pela personagem de Jennifer Lawrence, acaba se tornando uma verdadeira casa de horrores, quando convidados indesejados começam a aparecer e depredar tudo. O diretor chegou a comentar que o filme seria uma metáfora para a natureza, ou a mãe Terra, já que a protagonista está grávida e vê sua casa sendo destruída de maneira cada vez mais brutal. Nesse sentido, a cenografia representa bem esse processo de caos e colapso.

A casa foi construída em Montreal, no Canadá, apenas para a produção do longa. A primeira parte dela foi erguida em um campo aberto, mas somente o primeiro piso, para que fossem gravadas as sequências diurnas e as cenas externas do filme. Então, a casa foi construída novamente, mas com os três andares, em um estúdio, para a gravação das sequências noturnas.

 

Sob o Céu de Toscana / Under the Tuscan Sun (2003)

Nesse filme, a personagem de Diane Lane é uma escritora que acaba comprando, por impulso, uma rústica e charmosa vila toscana (chamada, na história, de Villa Bramasole), sem saber que a experiência vai mudar sua vida e sua maneira de encarar o mundo.

Tudo na propriedade é fascinante: a acolhedora arquitetura italiana, o jardim, a vista maravilhosa… Na verdade, o local se chama Villa Laura e está situado em Cortona, na Itália. A vila foi construída no século XVII, mas passou por uma recente modernização, e pode até mesmo ser alugada, por quem quiser se sentir como se estivesse dentro de um filme.

 

O Iluminado / The Shining (1980)

O filme de Stanley Kubrick não se passa necessariamente em uma casa, e sim em um hotel, mas com certeza o local é o personagem principal do terror O Iluminado. O fato curioso é que o escritor Stephen King escreveu o livro que deu origem ao filme depois de passar uma noite atormentada por pesadelos no Stanley Hotel, próximo ao Rocky Mountain National Park, nos Estados Unidos.

O Stanley Hotel (que, na vida real, não tinha um labirinto, mas uma vista espetacular das montanhas), o Timberline Lodge e o Ahwahnee Hotel serviram de modelos para a criação dos cenários aterrorizantes do Overlook Hotel, no longa de Kubrick. O hotel é praticamente o antagonista da história, já que é nele que se manifestam as assombrações que atormentam o menino Danny e que levam o personagem de Jack Nicholson à loucura.

 

ARTIGOS
RELACIONADOS

Descubra algumas das melhores séries disponíveis na internet para quem gosta de arquitetura e decoração   Os serviços de streaming e plataformas de vídeos, hoje em dia, não oferecem apenas conteúdo de entretenimento. Além de relaxar com programas mais descontraídos, é possível aprender muita coisa – principalmente se você aprecia…

Antes marginalizada, a expressão artística no espaço urbano tem ganhado reconhecimento e popularidade   O grafite é uma arte que carrega uma reputação controversa. Conhecida como expressão de rebeldia, por muito tempo foi considerada como mero vandalismo, sendo uma prática ainda criminalizada em muitos países. Apenas recentemente, artistas grafiteiros passaram…

“Decidi não esperar as oportunidades e, sim, buscá-las. Decidi ver cada dia como uma nova oportunidade de ser feliz.” – Walt Disney, o exemplo incansável da busca pela excelência   A experiência Disney é realmente algo inesquecível na vida de quem já visitou os parques da franquia – tanto crianças…

O irreverente festival de artes e música agita o Black Rock Desert, nos Estados Unidos, há mais de 30 anos   Foi no verão de 1986, em San Francisco Beach, na Califórnia, que um grupo de amigos organizou o primeiro Burning Man da história. A iniciativa de construir uma figura…

Você já pensou que sua mãe parece uma personagem de filme?   Aquela história de que “mãe é tudo igual” talvez tenha um fundo de verdade, embora cada filho veja sua mãe como um ser único no mundo. O que provavelmente já aconteceu com quase todas as pessoas é ir…

Comemore o Dia do Cinema Brasileiro criando uma sala de exibição em casa, para curtir nossa seleção de dez premiados filmes nacionais   Desde o início do ano passado, uma das coisas de que mais sentimos falta é poder ir ao cinema com a família ou amigos e curtir um…

Selecionamos alguns dos designers que mais se destacaram nos nossos melhores imóveis em 2019, como os irmãos Campana, Sergio Rodrigues e José Zanine Caldas   O mobiliário brasileiro representa a diversidade do país. Tudo aqui é uma mistura: de sotaques, climas, pessoas e paisagens. Naturalmente, artistas e designers se enriquecem…

Aproveite nossas dicas de 10 filmes românticos para ver no Dia dos Namorados   Na maioria das datas comemorativas, é comum que restaurantes e outras opções de lazer estejam superlotados ou com longas filas de espera. Para fugir das multidões, não há nada melhor do que curtir uma noite intimista…