< Voltar

Vila Madalena: o bairro mais descolado de São Paulo

Uma das regiões mais boêmias da cidade, a Vila Madalena se destaca por seus bares e restaurantes, mas também tem ruas tranquilas e arborizadas

 

Conhecida por sua agitada cena noturna, a Vila Madalena é um bairro que também surpreende pela qualidade de vida, opções culturais e diversidade de comércio e serviços, com a possibilidade de fazer praticamente tudo a pé. Além disso, ela se encontra bem ao lado de Pinheiros, outra região com excelente infraestrutura.

“A Vila Madalena, a Vila Ida e a Vila Beatriz surgiram no início do século XX. Foram chamadas assim porque esses eram os nomes das três filhas do proprietário daquelas terras”, explica André Serroni, corretor da Esquema Imóveis. Mas o bairro começou a ganhar relevância no cenário paulistano, de fato, a partir da década de 1970, quando o complexo de alojamentos da Cidade Universitária da Universidade de São Paulo foi fechado pelo regime militar e os estudantes passaram a buscar outros locais para morar. Na época, a proximidade da Vila Madalena ao Butantã e os aluguéis acessíveis se tornaram um atrativo para esses universitários. “A Vila Madalena existe por causa da USP”, completa o corretor.

 

 

Para atender aos moradores mais jovens, as atrações da região se voltaram a esse público. Aos poucos, o bairro ganhou uma vida noturna agitada, com variadas opções de gastronomia e diversão. Além dos bares e restaurantes descolados e dos charmosos cafés (como o Coffee Lab), a Vila Madalena recebeu livrarias (como a Livraria da Vila), galerias de arte, lojinhas de artesanato e murais com grafite.

 

 

Um dos locais mais icônicos da região certamente é o Beco do Batman, uma verdadeira galeria de grafite a céu aberto, localizado entre as ruas Gonçalo Afonso e Medeiros de Albuquerque, próximo à estação de metrô Clínicas.  Sua história se iniciou na década de 1980, quando foi feito, em uma das paredes, um desenho do Batman, famoso personagem dos quadrinhos. O grafite atraiu estudantes de artes plásticas, que começaram a criar outros desenhos muito coloridos nas proximidades, com inspirações cubistas e psicodélicas. Aos poucos, as paredes foram totalmente cobertas.

A comunidade local ajuda a conservar os grafites e os desenhos são renovados constantemente. Por conta disso, o Beco se tornou um ponto turístico obrigatório para os amantes das artes urbanas. “É um lugar muito bacana, voltado a esse público alternativo, com lojas de arte e artesanato, galerias e cafés”, diz Serroni.

 

 

Mercado imobiliário na Vila Madalena

Embora a Vila Madalena tenha ganhado popularidade por seu custo-benefício, atualmente ela se tornou uma localização muito cobiçada no que diz respeito a imóveis de alto padrão. “Para o segmento imobiliário, há uma subdivisão do bairro. Existe uma região extremamente valorizada, que é mais calma e de baixa densidade, sem tanta verticalização”, diz Serroni.

De acordo com o corretor, a região de ruas com nomes mais pitorescos (como Rodésia, Aspicuelta, Wizard, Harmonia, Girassol) costuma ser menos procurada para moradia, devido à proximidade aos bares e restaurantes. “Nessa parte do bairro, o que vemos é um mercado muito forte para imóveis comerciais, principalmente no segmento gastronômico”, observa.

 

 

Serroni ressalta que regiões como Jardim das Bandeiras e Sumarezinho, nas proximidades da estação de metrô Vila Madalena, muitas vezes também são consideradas como parte do bairro. “Principalmente depois da aprovação da última lei de zoneamento, áreas próximas aos corredores, às avenidas Heitor Penteado e Cerro Corá, verticalizaram-se ainda mais. Surgiram diversos prédios de alto padrão, com valor de metro quadrado considerável, além dos já existentes nessa região”, explica.

Conforme destaca Serroni, há vários prédios novos na Vila Madalena, de construtoras muito ativas no mercado e que buscam o apelo de arquitetos renomados – como é o caso da Idea!Zarvos, que aposta em grandes nomes da arquitetura contemporânea. “Há apartamentos de todos os tamanhos. A Rua Morás, que é considerada a mais cobiçada do bairro, tem desde predinhos com apartamentos de 120 m² até um edifício com imóveis de 380 m² (e uma cobertura de 700 m²). Em geral, são prédios com poucos apartamentos, já que em muitas ruas há limitação de altura, e raramente com mais de um imóvel por andar”, comenta o corretor.

 

 

Segundo Serroni, os empreendimentos recém-construídos chegam a ser vendidos por R$ 20 mil reais o metro quadrado, mas são apartamentos realmente impecáveis. No contrapiso, os imóveis novos custam entre R$ 15 e 17 mil o metro quadrado. Já o valor de apartamentos para reforma, no bairro, fica em torno de R$ 8 mil a R$ 10 mil o metro quadrado.

 

 

Proporcionalmente, há mais apartamentos do que casas na Vila Madalena, mas existe uma região muito cobiçada, próxima ao bairro de Pinheiros, que não é verticalizada e tem ruas mais planas. O perfil das casas segue um pouco o dos imóveis do Alto de Pinheiros. “É até difícil separar os dois bairros, porque em alguns lugares basta atravessar a rua e você está na Vila Madalena. São terrenos que têm, em média, 500 m²”, afirma Serroni. “As construções variam de tamanho. Existem casas grandes, com 500 m², mas hoje em dia as pessoas têm buscado mais simplicidade, ou seja, casas menores e com mais espaço externo. Por isso, casas entre 250 e 350 m², em terrenos reduzidos, têm sido as mais procuradas ultimamente.”

Segundo o corretor, o valor do metro quadrado, quando se trata de casas para reforma, aproxima-se da metragem média na região do Alto de Pinheiros: entre R$ 5 e R$ 6 mil o metro quadrado, mas pode até dobrar em terrenos menores, já que a procura por eles é muito maior. Quanto ao perfil de público da Vila Madalena, ele tende a ser de pessoas relativamente jovens: em geral, casais sem filhos, ou com no máximo dois filhos.

 

 

Comércio, serviços e entretenimento

Naturalmente, a gastronomia e a vida noturna estão entre as principais atrações do bairro, com bares tradicionais, como Ó do Borogodó, Mercearia São Pedro e Pirajá, assim como inúmeras opções culturais. “No que diz respeito a comércio e serviços, a Vila Madalena está bem próxima da Avenida Rebouças e do Shopping Eldorado. Também se encontra a uma curta distância do Shopping Villa-Lobos”, salienta o corretor. “É um bairro com diversas pequenas praças, como a Rafael Sapienza, sendo que o parque mais próximo é o Villa-Lobos. As pessoas fazem piqueniques, levam as crianças para brincar e os animais de estimação para passear. A vila Madalena tem ainda boas escolas, como a Escola da Vila e os colégios Vera Cruz (Verinha) e Rainha da Paz.”

Quanto à infraestrutura de transporte, há diversas estações de metrô que podem ser utilizadas por quem mora do bairro: Vila Madalena, Sumaré e Fradique Coutinho são as mais próximas. “É um bairro que lembra muito o Itaim Bibi, para circular de carro. Tem diversas linhas de ônibus atravessando as pequenas ruas, mas os moradores geralmente se deslocam de Uber ou a pé – para pequenas distâncias, já que as ladeiras são uma característica da região”, comenta Serroni.

Para o corretor, as vantagens de morar na Vila Madalena são muitas. “É um bairro centralizado e querido pelas pessoas, além de atualmente ser muito valorizado”, afirma o corretor. “Também tem ruas residenciais arborizadas e tranquilas, com bastante policiamento. Para quem gosta de comer bem e ocasionalmente frequentar barzinhos, com um público mais jovem, descolado e alternativo, essa é a região ideal. Afinal, é um lugar que as pessoas de toda a cidade de São Paulo buscam para se divertir.”

 

 

Conheça os imóveis disponíveis na Vila Madalena.

 

ARTIGOS
RELACIONADOS

Verdadeiro marco de São Paulo, a principal avenida da cidade é um local de encontros, negócios, lazer e entretenimento   Um dos grandes pontos turísticos da capital, a Avenida Paulista é também referência no que diz respeito a comércio, serviços e atividade culturais. Além de inúmeras opções de lazer e…

Com amplos terrenos e muita arborização, os bairros se destacam pela qualidade de vida   Com características semelhantes, os bairros Cidade Jardim e Jardim Guedala se localizam ao lado dos Jardins, porém oferecem valores muito mais vantajosos. São terrenos maiores, algumas vezes formados pela junção de dois lotes, todos com…

Viver perto do Parque Ibirapuera, a walking distance de comércio e serviços, é o principal atrativo desse bairro pequeno, que oferece qualidade de vida e tranquilidade   A Vila Nova Conceição é um dos bairros mais cobiçados em São Paulo, quando se trata de alto padrão. É uma região de…

Percorra nosso “passeio guiado” e conheça algumas das mais cobiçadas regiões da capital paulista, com alguns números e dados interessantes sobre cada uma delas   São Paulo é uma cidade de muitas cores, sabores, sons, paisagens e tribos. Desde sua fundação, há 466 anos, uma infinidade de histórias já passou…

Atualmente, ele é um distrito da Zona Oeste de São Paulo e faz parte da subprefeitura de Pinheiros, mas o Jardim Paulista nem sempre foi assim. Isso porque a sua história remonta ao século XVI, época que era chamado de bairro do Santo Amaro e servia de rota para o…

O bairro é conhecido por suas áreas verdes e ruas tranquilas, próximas à  infraestrutura da região   O Alto da Boa Vista é conhecido por sua elegância e pela mescla equilibrada entre áreas residenciais tranquilas e uma proximidade estratégica à ampla infraestrutura de serviços e comércios nos arredores. Uma área…

Região segura e tranquila oferece qualidade de vida   Alto de Pinheiros é um dos bairros mais cobiçados da cidade de São Paulo e surgiu como um loteamento da Cia. City, iniciado há quase um século, em 1925. Após a expulsão dos Jesuítas em 1770, com a Lei do Marquês…

Conheça um pouco mais sobre essa rua versátil e charmosa, que se tornou símbolo de sofisticação em São Paulo   Quando se pensa em lojas de grife em São Paulo, a primeira localização que vem à mente é a Rua Oscar Freire. Com pouco mais de 2,5 km de extensão,…