< Voltar

4 tendências de automação residencial

Com estimativa de crescimento de 79 bilhões de dólares até 2022, o mercado de casas e apartamentos inteligentes sofrerá mudanças ainda mais significativas nos próximos anos. Quem ganha é o consumidor, que pode contar com a chamada automação residencial em sua residência.

Esse instrumento oferece grandes benefícios aos moradores, incluindo maior segurança, mais comodidade e conforto. Além disso, a tecnologia garante a integração dos equipamentos da casa, para satisfazer a todas as necessidades de seus usuários.

Dados da Aureside (Associação Brasileira de Automação Residencial) provam que, de 2014 a 2020, a expectativa de crescimento do mercado de automação residencial no Brasil é de 11,35% ao ano. Por aqui, 300 mil residências já contam com essa tecnologia.

Conheça abaixo 4 tendências desse segmento:

1. A chegada do multi-room

O chamado multi-room é usado para integrar os cômodos a partir de um mesmo sistema de áudio e vídeo, de forma que cada ambiente tenha uma programação independente do outro. Ou seja, enquanto na sala de estar, para a recepção de visitas, pode ser programado um show de jazz na televisão, ao mesmo tempo em que seu áudio toca pelo ambiente, na cozinha pode ser exibida uma programação totalmente diferente.

O diferencial desse sistema é, justamente, permitir que todas as pessoas que estejam na residência aproveitem cada cômodo da maneira como preferirem, sem a necessidade de cada ambiente contar com aparelhos diferentes.

2. O uso da iluminação pré-agendada

A tecnologia também auxilia (e muito) no quesito iluminação dos ambientes. Existem programações diferentes para cada evento, como festas, jantares ou sessões de cinema, além de esse dispositivo inteligente apagar, de forma automática, as luzes de cômodos que estejam vazios.

Cortinas e persianas também podem ser controladas pelo sistema de automação, a partir de pequenos controles móveis, aparelhos fixos nas paredes e, até mesmo, por meio dos celulares. Com a automação, tudo fica mais fácil.

3. A utilização de assistentes de voz

Os conhecidos sistemas de voz, como a Siri, da Apple, também passaram por uma ampliação e, hoje, podem ser utilizados nas residências brasileiras. Essa ferramenta é mais uma forma de modernizar os imóveis e, de quebra, oferecer inúmeras facilidades aos moradores.

Os assistentes de voz são fabricados de forma a responderem aos comandos de voz, surgindo como uma substituição aos equipamentos de controle da automação residencial: com eles, uma simples palavra ou pequena frase já são suficientes para alterar o som do quarto, a luminosidade do ambiente, ou ligar a ducha de água quente da banheira de hidromassagem.

4. Os aplicativos de celulares usados nesse contexto

O aparelho de celular não poderia ficar de fora nesse assunto, considerando tamanha diversidade de aplicativos existentes nos dias atuais. Por isso, uma tendência no quesito automação residencial é usufruir dessa facilidade para aumentar a segurança, a economia e a comodidade de casas e apartamentos.

Os aplicativos mais usados, nesse sentido, são o Alarm.com, CommandFusion e Crestron. Com um simples toque, diferentes comandos podem ser acionados. A novidade é conseguir gerenciar a automação residencial a distância. Afinal, quem não gostaria de chegar  em casa e já encontrar o quarto fresco, com o ar-condicionado ligado?

ARTIGOS
RELACIONADOS

A evolução do mercado imobiliário oferece uma nova perspectiva para a apresentação das propriedades de alto padrão em São Paulo. Com a evolução da era digital, os clientes desenvolveram novos hábitos ao buscar imóveis e, para atender este público, a Esquema Imóveis investe em uma equipe focada em captação de…

A busca pela locação de imóveis cresceu significativamente nos últimos doze meses, grande parte dessa demanda relacionada ao recente crescimento econômico da cidade de São Paulo, facilmente notado ante o ressurgimento dos grandes empreendimentos imobiliários. Com o crescimento do mercado de locações, cresce o número das tradicionais dúvidas na relação…

Com a chegada de inovações tecnológicas, a indústria de games entrou em expansão e está em constante aumento no país e no mundo. A Pesquisa Game Brasil 2018 apontou que 75,5% dos brasileiros fazem uso de jogos eletrônicos, sendo os smartphones (84%) as plataformas mais utilizadas pela população. A movimentação…

O jornal Valor Econômico publicou um suplemento sobre mercado de luxo e mais uma vez a Esquema Imóveis se destacou no segmento imobiliário de alto padrão em São Paulo.    

Fonte: Valor Econômico A Disney registrou um lucro líquido de US$ 2,9 bilhões (US$ 1,95 por ação) no terceiro trimestre fiscal de 2018 – encerrado em 30 de junho – representando um aumento de 26% ante mesmo período em 2017. Em igual intervalo, a receita da companhia cresceu 7% passando…

A Esquema Imóveis, que está no mercado imobiliário de alto padrão há quase 50 anos, inaugurou o conceito boutique imobiliária em São Paulo, unindo tradição e inovação como suas diretrizes. Atuando nos principais bairros paulistanos, a empresa tem mais de 6 mil imóveis no portfólio, com valores que variam de…

Marco Túlio, CEO da Esquema Imóveis, em entrevista para o Imóveis de Valor, comenta sobre a variação entre valor anunciado e de venda, e a margem de desconto para imóveis de alto padrão na cidade de São Paulo, com média de 8%.   Confira a entrevista completa aqui